CALÇADAS DECENTES “ECONOMIZAM” ORTOPEDISTAS

Ronaldo Pereira da Silva Jr e Anderson Patric Joaquim, profissionais do mercado financeiro, têm por hobby fotografar calçadas de S. Paulo. Diz Ronaldo: “Descobri que é possível revelar a alma de uma cidade através das suas calçadas.” Ao longo desse trabalho, eles vão elaborando sofisticadas conclusões.

Luis Domingues, arquiteto conhecido meu, a respeito do estado em que se encontram as calçadas, há cerca de cinco anos, equacionou a coisa de maneira muito simples. Dizia ele: “Com alguns milhares de Reais, o Poder Público pode recuperar calçadas de um bairro inteiro. A conta de Hospital/ortopedistas que o INSS vai pagar para internar uma única pessoa que tenha se acidentado em uma calçada esburacada é muito maior.”

Vejo que a Prefeitura tem se empenhado bastante em refazer as calçadas de Pinheiros. Até por uma questão de economia e bom senso, esse trabalho deve ser estendido para toda a cidade. Entretanto, além de determinar as obras, é fundamental ter fiscais sérios vigilantes. No mesmo bairro de Pinheiros, no cruzamento da Pedroso de Morais e Teodoro Sampaio, calçadas recém-recuperadas já apresentam irregularidades/pequenos degraus nas tampas de bueiros e de cabos subterrâneos. Esses desníveis podem derrubar cidadãos, que vão fazer o INSS gastar uma fortuna… Assim não adianta nada…

Em tempo, um dos fotógrafos documentaristas citados na abertura deste texto, durante o trabalho de campo, tropeçou em um buraco na calçada e se estatelou no chão.

3 pensou em “CALÇADAS DECENTES “ECONOMIZAM” ORTOPEDISTAS

  1. Paulinho: aqui na minha região também estão refazendo. Ainda não andei por elas, mas quando passamos de carro dá até medo, ainda mais em alguns trechos onde ela é completamente rebaixada e com grandes chances de doidos subirem por lá pra fugir do trânsito parado…

    Beijocas, vê se me visita, seu moço!!!

  2. … isso quando temos calçadas para andar. Em algumas ruas, bares e restaurantes as utilizam para dispor mesas, bistrôs e cadeiras. Sem contar, os Vallets que colocam os carros em cima das ditas calçadas…

  3. Muito obrigado pela divulgação do nosso trabalho, além de contribuir para a discussão deste problema social da cidade de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *