Arquivos da categoria: Sugestões

Aécio e Irmã. Que Inveja!

Não gosto de Tucanos (dos políticos, pois jamais vi um tucaninho ave pelas ruas da vizinhança), salvo honrosas exceções do passado.  E não gosto do Aécio.

Entretanto, morro de inveja da relação  carinhosa dele com a Irmã,  Andréa.

Em tempo, inveja é um sentimento bom.  Se alguém diz algo como: que inveja eu tenho do Mercedes daquele sujeito,  isso é legal, positivo.  Nocivo seria se o cara riscasse com um prego o automóvel do outro.

Ou seja, eu estaria sendo invejoso,  no mau sentido,  se propusesse uma troca ao político.  Quem me conhece sabe do que estou falando.  Aí não estaria riscando apenas um carro, mas sim dando uma navalhada dos pés à cabeça do senador!

Curso e Ateliê para Quem Gosta de Escrever – Logo Mais na Colmeia, em São Paulo

A Colmeia, Instituição a Serviço da Juventude, no Itaim Bibi, São Paulo, Capital,   promove a partir do início de Agosto próximo o ” Ateliê permanente de criação literária” “PROSA e VERSO” com o escritor Nelson de Oliveira / Luiz Bras.

Antes disso, com o intuito de preparar os interessados, haverá, também na Colmeia, o curso A Arte de Escrever Histórias, ministrado pela professora Esther Proença Soares.  São quatro encontros  de 26 a 29 de julho das 14:00 às 17:30 horas.   Quem gosta de escrever vai gostar do curso, sobretudo professores de Português.

Serão abordados os seguintes tópicos nesse primeiro curso:

  • O processo da comunicação.
  • Comunicação e Arte. As artes e seus suportes técnicos
  • O que é Literatura: imprecisão de limites.
  • Funções da linguagem e sua importância para a boa comunicação.
  • “O que eu quero contar?” Tema, Texto, Discurso.
  • Para quem escrevo?
  • Gêneros literários: prosa, poesia, literatura dramática. O diálogo.
  • O que é microconto, miniconto, conto, novela, romance e crônica. Semelhanças e diferenças.
  • Autor e narrador são a mesma pessoa? Tipos de narrador: onisciente, intruso, monólogo interior direto e indireto.
  • Texto memorialista, Biografia, Autobiografia.
  • Criação de personagens.
  • O tempo na narrativa.
  • O espaço.
  • O titulo.
  • Estrutura básica do conto. Quando o começo vira meio, e o meio vira fim? Pontos de virada. E o que é “chave de ouro?”
  • Características pessoais de cada estilo.

A simpática e falante professora Esther é  Bacharel é licenciada em Letras Neo-Latinas, pela USP. Também tem  graduação e licenciatura Plena em Educação Artística, pela ECA/USP , formação em Psicodrama Pedagógico pelo GETEP, Grupo de Estudos de Técnicas Psicodramáticas e em  Rádio, Setor Locução – SENAC.

O valor do Curso é de R$ 180,00, com preços especiais para professores.   A Colmeia situa-se na Rua Marina Cintra, 97 – Jd. Europa – São Paulo – tel. (11) 3881-1545 – e-mail: colmeia@colmeia.org.br

Quiser conhecer um pouco mais a falante e animada Esther,  ouça a entrevista que ela concedeu ao Programa Arteletra da Universidade São Judas.

Em tempo, o curso tem teoria, mas também tem muita prática.  Escreve-se bastante.  Vale muito a pena.

Relembrando:  a partir de Agosto, na mesma Colmeia, ” Ateliê permanente de criação literária” “PROSA e VERSO” com o escritor Nelson de Oliveira / Luiz Bras.

Clique aqui e ouça a entrevista da Professora Esther.  São pouco mais de vinte minutos de boa e instrutiva prosa.  Vale muito a pena.

Atividades Encantadoras no Museu da Casa Brasileira

As oficinas e atividades do Museu da Casa Brasileira são excelentes.  Com bobinas de sacos plásticos brancos, grampeador e um compressor, basicamente,  foi criado imenso túnel  dentro no qual se podia, entrar,  andar e até brincar, sempre com cuidado para não rasgar e acabar com a festa.

Sábado agora, dia 18, a partir das 14,30 horas  está programada Oficina de Calçada. Leia trecho da explicação  ” a Oficina propõe a construção de pisos a partir da identidade criada para a cidade de São Paulo por Mirthes dos Santos Pinto, em 1966 (as famosas calçadas paulistanas que interpõem imagens preto e brancas do mapa do Estado).

Os participantes receberão módulos prontos de calçada em EVA (Espuma Vinílica Acetinada) para esboçar desenhos, entre os quais um será escolhido, por votação, para ser desenvolvido coletivamente com ladrilhos reais. Ao final, o resultado será observado a partir de um ponto elevado, dando uma visão geral do que foi montado.

“A proposta de oficina é incentivar cada participante a construir seu próprio padrão de calçada a partir do debate sobre qual imagem melhor representa São Paulo”, explica Marcos Gorgatti. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas pelos números (11) 3032.3727 / 3026.3913 ou pelo e-mail: agendamento@mcb.org.br. A indicação etária é a partir de 7 anos (crianças menores de 12 anos devem ser acompanhadas por pais ou responsáveis).” Endereço: Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705 – Jardim Paulistano –  dez minutos a pé da Estação Faria Lima do Metrô.”

Se for tão legal quanto a atividade do Túnel, objetos Infláveis....
Se for tão legal quanto a atividade do Túnel, Objetos Infláveis…. (foto de divulgação)

Se quiser ler, também com direito à foto,  sobre o gigantesco túnel que foi montado por instrutores e os participantes da atividade  no Museu da Casa Brasileira recentemente, clique aqui