Arquivos da categoria: Geral

Muro Tombado? Será?

No muro do Prédio Olympic Higienópolis,  P L A C A:

“Colabore!

Por favor NÃO PICHE este muro!

Vamos manter a cidade limpa e bonita!

Este muro é Tombado como Patrimônio Histórico.”

Se for mesmo verdade que se trata de “muro tombado”, quais os critérios usados para “tombar o muro como Patrimônio Histórico?

Óbvio que sou contra vandalismo, mas “muro Tombado”  é um pouco demais, convenhamos.  Ou, como dizem os que usam apenas  50 vocábulos para se expressar,  “muro tombado é um pouco demais, vamos combinar. (dá mal estar só de escrever).”

Dia Internacional da Mulher – Gracinha e Microconto

Dia Internacional das Mulher.  Parabéns a todas!

Bem, para comemorar a data, vou dar uma no cravo e outra na ferradura.

No cravo – reproduzo diálogo que ouvi há pouco no açougue que frequento.  Freguês pergunta o que o que o balconista iria dar de Presente para a mulher.  Ele responde que já havia comprado flores.  O freguês:

-Tá muito certo, precisa dar mesmo.  Eu também já comprei o presente da minha Mulher Inflável.

Agora, na ferradura.  Colo o microconto meu,  que postei em um grupo de escritores no Facebook em comemoração à data.

Lá vai:

Sonhava que algum dia o marido a levaria para dançar no Coreto da Praça, como fez  o da mulher da Música Valsinha do Chico Buarque.

Quem sabe no próximo 8 de março, ou  até mesmo no aniversário dela!

++++++++++++++++

Bonito, né?  Quiser ouvir Valsinha, clique aqui.

“Meretíssimos, Excelências – Data Vênia, Pensem Bem!”*

Notícia no Uol dá conta de que Juízes Federais convocam paralisação nacional em protesto pelo fim do auxílio moradia.

Quando eu era criança,  li ou ouvi:

“Não falte ao trabalho.  O patrão pode perceber que você não faz falta.”

Vai que a Sociedade perceba o mesmo que  o patrão da historia de quando eu era criança…

+++++++++++++++++++++++++++++++++

*O Título é no Estilo Pomposo pois eles adoram Pompa

Piada Trágica

Machete principal do Estadão de Ontem:

“EXÉRCITO TEME QUE CRIME ORGANIZADO CONTAMINE TROPA”.

Piada:

Para curar homem gago, ele foi colocado em uma ilha em que todos falavam o idioma de forma absolutamente perfeita.

Dois anos depois, o sujeito não se curou; em compensação, a  população inteira da ilha havia se tornado gaga.

Parece que a piada, transforma-se em  realidade;  deixando de ser engraçada,  para ser trágica.

Constatação

Em reuniões sociais com pessoas inconvenientes, o segredo é ficar à margem; observar. Você não se expõe, não corre riscos. E tem lucro: esses tipos rendem ótimas histórias.

Recentemente me comportei  assim  e foi maravilhoso. Tá certo, ainda não produzi  um microconto, mas tive  motivo/assunto para boas  risadas em conversas com outros amigos.

E espero que eu e meu teclado transformemos isso em crônica.

Benfeito!

Há  poucas horas, atrás da Igreja São Geraldo, Barra Funda, São Paulo, Capital,  cachorro começou a latir compulsivamente (como eles   sempre fazem) para  sujeito mal-ajambrado que passava.  O cara não teve dúvida.  Pegou uma pedra imensa e partiu em direção ao cachorro.

Foi um tal de o cachorro se esconder nas pernas do dono e o dono e o cachorro correndo para dentro de casa, que só vendo.

Eu vi.  Eu adorei.

Felicidade Dinamarquesa Resistiria ao que nós Enfrentamos Diariamente?

No Globo Repórter de hoje, sobre a Dinamarca, locutor diz algo muito próximo a isso:

– Na Dinamarca, seja no Palácio, seja nas casas mais simples, há Felicidade”?

E se políticos, elite e judiciário brasileiros dessem as cartas por lá, será que essa felicidade sobreviveria?

Quem quiser responder, fique à vontade.