Arquivos da categoria: Gastronomia

Afinal, é Master Chef ou Master Estupidez?

A maneira pouco delicada, para não dizer estúpida,  dos jurados do Master Chef me faz lembrar história que ouvi mil anos atrás de um amigo.  Ele havia dado carona para uma moça (que não era bonita nem feia,  e isso  também não vem ao caso)  humilde subir a serra.  Ele pergunta se era difícil  conseguir carona.  Ela:

– Não, não é difícil conseguir carona.  Difícil é aguentar o papo chato de quem dá carona.

Pois bem,  para aqueles cozinheiros amadores, absolutamente fabulosos,  produzir pratos incríveis parece ser coisa muito fácil.  Duro mesmo é entender como eles suportam tanta antipatia e estupidez daquele “triozinho”.

Em tempo, antes que alguém diga que o ambiente de cozinhas profissionais é tenso mesmo, queria ver esses caras gritarem na hora do pique com um ajudante de cozinha.  O peão não hesitaria em atirar óleo fervendo na fuça do sujeito (a)!!!

Caroço do Abacate, “Tesouro Medicinal”

Casualmente, vi na Internet que o Caroço de abacate é eficaz para combater alguns problemas..  Coloco o link aqui para quem quiser conferir – Clique

Lembrando que sempre se deve desconfiar do que se lê na Internet,  se você tem ou conhece alguém que tenha um dos problemas mencionados na matéria,  leia e indique.   O mais fundamental, entretanto, é não fazer coisa alguma do que está sugerido sem antes consultar médico de confiança.  Talvez ele próprio não conheça o assunto, entretanto, vai ter mais condições do que você de se certificar da veracidade ou  não do que está escrito.

Bem, agora coisa minha, aliás, quem  me ensinou um médico.  Ao fazer  abacate, tanto para  sobremesa ou guacamoles,  deixar o caroço   dentro do que está preparado até a hora de servir.  Essa providência evita que escureça.  Eu garanto.  Na hora de servir, retire o caroço.  Não que alguém possa, sem querer, engolir; apenas detalhe estético.

Receita de Guacamoles, clique aqui

 

Manjericão Gigante

Lá vão:  Contra todo o tipo de Desperdício 1 e 2

Contra todo o tipo de desperdício 1, ensinei o poeta carioca Pedro Tostes  dar bom aproveitamento ao seu pé de manjericão que não para de transbordar do vaso.  Além de colocar bela foto, ele dizia não saber mais o que fazer.

Contra todo o tipo de desperdívio2  não estive no oriente, mas duvido que eles usem essa hortelã doce horrorosa que os restaurante árabes servem aqui no Brasil.  O certo seria usar hortelã pimenta.  Como é difícil de se encontrar a verdadeira hortelã pimenta, embora seja planta que se alastra como praga, dei a ele opções de usar o manjericão.  Lá vai o que eu escrevi.  Se você gosta de quibe mais próximo do verdadeiro ou tem o mesmo problema do poeta com o Manjericão que mais Parece o Pé de Feijão da Fábula que ia até o Céu, lá vai, exatamente como escrevi no Facebook dele:

Faça o que fizer, me chame!!! Brincadeira.

Ao fazer quibe (cru, frito ou assado) ao invés de usar hortelã, use o manjericão.

Na verdade, os árabes usam hortelã pimenta, que é, diametralmente, oposta à hortelã comum que se coloca no quibe aqui no Brasil. A hortelã pimenta é amarga. A hortelã daqui é doce, lembra drops, pastilha de garganta.

Não tendo hortelã pimenta para colocar no quibe, jamais use a hortelã comum, substitua por manjericão!!! Fica ótimo. Não precisa ser gourmet para ver que minha afirmação tem toda a lógica  gastronômica do Universo!!!  Lógico, tudo isso aprendi com meu guru filólogo/gastrônomo Antônio Houaiss.

manjericão
Delicioso em qualquer tipo de quibe e, óbvio, com macarrão e pizza.

 

Coquetel de Vinho do Porto Branco e Rabanadas do Outro Mundo Para Começar e Terminar Divinamente a Ceia de Natal

Lá vão novamente receitas de coquetel de vinho do Porto e de Rabanadas do Outro Mundo.  Tudo muito  tranquilo para fazer em sua própria casa ou até para levar em  ceia na casa de amigo ou parente.

Vinho do Porto Branco  com Tônica, Gelo e Rodelas de Limão.

Atenção, trata-se de coisa meio docinha, assim,  cuidado com as crianças.  Não que eu esteja sugerindo que se ofereça um golinho, muito pelo contrário.  Minha preocupação é que algum garoto(a) veja um copo esquecido, prove, ache inofensivo e delicioso (é inevitável)  e vá em frente.

Receita a olho, em relação às quantidades.  O bom senso de cada um vai acertar com precisão.

Ingredientes:

Vinho do Porto Branco
Água Tônica Gelada
Gelo
Rodela de Limão

Modo de preparar:

Em um copo de uísque baixo, coloque a rodela de limão, quatro  pedras de gelo, vinho do porto branco e complete com água tônica.  Espere gelar um pouco mais  e desfrute muiiiiito.

O aviso dado em relação às crianças, também serve para os adultos, nesses tempos de bafômetro.  É fraquinho, gostoso,  parece inofensivo, mas, certamente, um ou dois desses  barra(m) o motorista no teste.
++++++++++++++++

Rabanadas

RABANADAS À MODA PORTUGUESA

Receita do restaurante Antiquarius

INGREDIENTES PARA A CALDA
400 g de açúcar
1 litro de água
2 cálices de vinho do porto
300 ml de mel

INGREDIENTES PARA AS RABANADAS
10 pães do tipo francês ou pão especial de rabanada (ver abaixo)
Óleo para fritar (a quantidade será a de cobrir os pães na hora da fritura)
4 claras de ovo
1/2 litro de leite
3 colheres de sopa de canela em pó
3 colheres de sopa de açúcar

MODO DE PREPARO DA CALDA
Misture a água, o vinho, o mel e o açúcar. Leve ao fogo médio até reduzir o volume (aproximadamente 15 minutos).
Reserve e deixe esfriar

MODO DE PREPARO DAS RABANADAS
No liquidificador, coloque as claras e o leite. Umedeça os pães já fatiados em rodelas neste preparado. Numa frigideira, coloque o óleo bem quente e frite os pães.
Retire-os da frigideira com uma escumadeira e coloque numa travessa que vai servir. Polvilhe-as com o açúcar e canela a gosto.
Para finalizar, despeje a calda pronta por cima.

+++++++++++++++++++++++

A Padaria Nova Charmosa da Ministro Godói com Homem de Mello nas Perdizes, meu xodó atual e espero que por muito tempo, aceita encomendas de Pão Especial para Rabanada, mais compacto.

Ligar, conferir o preço e encomendar antes.

Rua Dr. Homen de Mello, 626
Perdizes – São Paulo – SP Brasil
Tels.:11 3801-3735 |

Site – Clique aqui – Fui conferir o site agora, antes de postar, e não estava funcionando.  Qualquer problema, só deixar nos comentários que eu tento solucionar.

++++++++++++++++++++++++

E lembre-se sempre, como já foi dito, pratos de uma ceia de natal e mesmo de jantar/almoço comum precisam combinar entre si.  Lazanha, cuscus, pernil,peru, peixe, como diria Caco Antibes, fabuloso personagem de Miguel Falabela, são a visão do Inferno.  E convenhamos, ou, como dizem os de “rico” vocabulário, vamos combinar,  Inferno e Natal, definitivamente, não se acertam.

Feliz e Tranquilo Natal  para Todos!!!

Master Chef – Outra Ordem de Grandeza

Final do Master Chef, daqui a minutos.   Fique a absolutamente impressionado com a versatilidade de todos os participantes.

Quando minha conhecida Rita Lobo lançou um de seus diversos livros de gastronomia, depois de dar uma passada d´olhos, parodiei formidável frase do comediante e apresentador de programa de rádio americano – Fred Allen.  Ele disse:

– Algumas pessoas escrevem tão bem que tenho vontade de devolver minha pena ao ganso”.

A comida da minha casa, tenha o que tiver, de ovo frito com arroz e salada, passando por picadinho,  bife, frango grelhado, a excelente bacalhau assado, com batatas ao murro, é sempre deliciosa.

A comida que eu e a Rosa, que trabalha em casa, fazemos é sempre ótima,  mas o que a Rita e esse pessoal do Master Chef cozinha está em outra ordem de grandeza.

Lá vai a frase em que parodiei Allen para falar do livro da Rita, que também serve,  com precisão, para os participantes do Master Chef:

–  Há pessoas que cozinham tão bem que sinto vontade de devolver minhas panelas e o  fogão para a metalúrgica!!!

O programa já começou.  Vou assistir!!!

+++++++

Quiser ler sobre o Livro da Rita, clique

Conhece o Kiwi Amarelo? Não???!!! Está Perdendo…

Mais doce e mais gostoso do que o Kiwi verde, mais comum, é o amarelo.

Informações “técnicas”, nutricionais que encontrei na Internet, copiei e colei:

“Principais nutrientes dos kiwis: Cálcio, Fibra, Vitaminas A e C

-100g de kiwi contêm quase o dobro da Dose Diária Recomendada de Vitamina C.

 Benefícios:  Pode diminuir o risco de doenças cancerosas e circulatórias, incluindo as coronárias, e melhorar o desempenho do sistema imunológico. Contribui para equilibrar a tensão arterial e aumenta as defesas do organismo na prevenção das gripes e constipações. O fruto fornece, também, quantidades razoáveis de fibras solúveis, que auxiliam a diminuição dos níveis de colesterol no sangue.

 Curiosidade: Sendo um fruto que saiu para o mundo a partir da Nova Zelândia o nome que lhe foi atribuido, Kiwi, foi o nome de uma ave rara nesse país, que tem um aspecto muito parecido com o fruto, não voa e as suas penas assemelham-se a pelos.”

 Agora, a parte de que eu gosto, gastronomia.

Mais doce que o tradicional, ambos ficam muito bons como entradas acompanhados de Presunto Cru.  Gosto de entrada com presunto cru, quando o prato principal não leva carne vermelha.

Veja como   é lindo:

Para comer a qualquer hora, na sobremesa e, principalmente como entrada.
Para comer a qualquer hora, na sobremesa e, principalmente como entrada.

Papa no Paraguai, Prato Típico do País Vizinho – Curiosa Delícia

Papa Visita Paraguai.  Bom momento, para preparar Sopa de Milho Paraguaia.  Na verdade, trata-se mesmo de uma espécie de Torta.  Já postei aqui, quando houve jogo do Brasil contra o Paraguai, em 2011.  A origem da Sopa é interessante também. De quebra, receitas de salada simples  e de  excelente rosbife.   Veja abaixo:

A história da Gastronomia registra que um prato típico da culinária do país vizinho foi modificado por conta dessa guerra.  Trata-se da sopa de milho paraguaia.  Como  era complicado     transportar sopa, as mulheres dos soldados paraguaios  foram adicionando cada vez mais farinha de milho, até que…  deixou de ser sopa … para transformar-se em Torta!!!

Uma delícia!!!  Acompanhada de um belo rosbife e salada simples de alface, tomate (ou tomate cereja)  e cebola pode ser o almoço ideal para celebrar o futebol;  ao invés de combustível para a guerra!!!

Lá vão as receitas.  A da Torta paraguaia, peguei na Internet – já fiz – ficou deliciosa – e transcrevo a receita; o Rosbife é do fabuloso livro do Wessel (também já fiz muitas e muitas  vezes) e a saladinha é a que preparo sempre em casa.  Talvez a sua salada nunca  fique tão boa quanto a minha porque uso o vinagre que eu mesmo faço em barril especial, coisa do outro mundo, literalmente. É fundamental fazer o Rosbife em Panela de Ferro. De qualquer forma, a combinação é deliciosa.  Caipirinha e cerveja – com moderação – para não dormir durante a partida.

“Receita Livre” (sem se preocupar  com  as quantidades, só com um detalhe importantíssimo) da Saladinha

Alface america, rodelas de tomate (ou tomatinhos pequenos)  e rodelas de cebola.  Secar as folhas no secador de folhas.  Os tomates, depois de cortados em rodelas, secar em guardanapo de papel. (é esse o detalhe importantísssimo). Se forem usados  tomates pequenos, secar também.    Fundamental secar tudo, do jeito que está escrito.  Salada molhada, o tempero vai embora na água.
Molho para temperar salada:  mostarda, vinagre, sal, azeite e mel. Mistura pouquinho de mostarda com vinagre de boa qualidade, por pouco sal, azeite, misturar e por um pouco de mel e mistura novamente.  Temperar a salada só na hora de servir – caso contrário, murcha.

Receita da Torta Paraguaia – como peguei na Internet e como já testei e aprovei.

Ingredientes
1 litro de leite
500 gramas de flocos de milho pré-cozido sem sal (vulgo Milharina)
500 gramas de queijo minas padrão ralado (meia cura, caipira)
1 xícara de óleo de girassol
4 cebolas fatidas fino
4 ovos
2 colheres (chá) de fermento em pó
sal e pimenta a gosto

Modo de Preparar
Aquecer o forno a 180ºC e

Untar bem uma  forma/assadeira com óleo e salpicar farinha de trigo.  Untar bem para não grudar.

Refogue as cebolas já fatiadas com um pouco do óleo, só para murchar de leve. Desligue o fogo.
Se a panela for de tamanho grande, junte o leite, o óleo, os ovos, o queijo e misture bem. Em uma vasilha, misture o fermento com o flocos de milho e acrescente aos poucos na mistura de cebolas, mexendo sempre.  Acerte o sal e a pimenta.

Transfira para a forma forma untada com farinha  e asse por 45-50 minutos, ou até ficar dourado.

Desenforme e sirva em travessa separada ou ao lado da Salada.   Cada um coloca pouco de  molho da salada no próprio prato.

+++++++++++++++++

Rosbife

Ingredientes:

1 Kg de Contra-filé limpo. Pode deixar um pouco da gordura.

– Uma colher de sopa de Tomilho Seco.

– Uma colher de café de pimenta do reino moída na hora

– Uma colher de sopa sal grosso.

– Uma colher de sopa de azeite

– Uma colher de sopa de manteiga sem sal.

++++++++++

MOLHO PARA A CARNE:

2 copos de água  fervendo,

vinho branco ou vinho madeira (opcional)

+++++++++++++++++

Modo de preparar

Tirar a carne da geladeira 40 minutos antes de por na panela.  Temperar só com o a pimenta do reino e o tomilho.  Deixar 15 minutos pegando o gosto.

– Aqueça a panela de Ferro no fogo alto.

– Por o azeite e, em seguida,  a manteiga.  Deixar esquentar bem.

– Passar o sal grosso na carne segundos antes de por na panela  e bater para tirar o excesso.

Colocar a carne na penela bem quente.   Abaixar um pouco o fogo.  Deixar a carne fritando  5  minutos de cada um dos 4 lados.

Tirar a carne da panela.

Dissolver o fundo da panela com a água fervendo, misturar o vinho e colocar o molho em uma molheira e levar para a mesa.

Cortar em fatias finas ou pedir para cortar na padaria.

Manter essas fatias do rosbife no forno com molho (para conservar  a umidade); forno bem baixo ou até quente, porém desligado,  só para aquecer ou assar um pouco mais se for o caso.

Na hora de servir,

por o molho na Salada,

Desenformar a torta bem quente.

Por o rosbife em uma travessa, molho por cima e servir tanto a torta quanto a carne bem quentes.
++++++++++++++++++++++

Tão bom, deveriam servir para o Papa.

Quando o Papa esteve no Brasil, também sugeri um cardápio completo para Ele da entrada, prato principal (Vatapá) e sobremesa  Quiser ler, com as receitas,  Clique aqui.

Dia dos Namorados – Jante em Casa e Fuja do Estresse.

Há menos de uma semana, disse que havia apenas dois textos que sistematicamente posto todos os anos no Blog:  um às Vésperas da Parada Gay e outro, uma frase, próximo ao Dia da Consciência Negra.

Na verdade, às vezes também sugiro belo cardápio para Jantar em Casa no Dia dos Namorados.  O texto de abertura é sempre o mesmo.

Conferir se os vinhos sugeridos ainda existem no Santa Luzia, Cerqueira César, Zona Oeste de São Paulo.    Se não houver, exatamente os vinhos relacionados, o competente Marcelo, que cuida das Bebidas, saberá escolher outros adequados para harmonizar com todas as etapas do Jantar.  Telefone e Endereço do Santa Luiza estão no final do Texto.

Lá vão: texto de abertura, cardápio, receitas e listas de compras.  Esse cardápio, com as devidas receitas, já foi postado alguns anos atrás.  Continua ótimo!!! Talvez alguns erros de datas ou detalhes tenham passado pela rapidíssima revisão que fiz.  De qualquer modo, vale a pena; principalmente botar em prática a coisa.

Desfrutar de jantar sossegado em romântico restaurante no Dia dos Namorados é tão improvável quanto você jogar uma moeda para o alto e ela cair em pé.

Alguns restaurantes tentam equacionar o caos e programam dois turnos: o primeiro começando por volta das oito e meia e o segundo, dez e meia. Aí então é que vira filme de terror. Só lá pelas nove e meia, nove e quarenta, é que começa a chegar o pessoal do primeiro turno.

O que era para ser sossego, transforma-se em puro estresse.

Garçons e maîtres, tentando apagar incêndios inevitáveis, dão desculpas absurdas ; os pontuais do segundo turno se irritam ao constatar que vai fazer papel de palhaço, já que a mesa que reservaram está ocupada por casal que ainda nem terminou o couvert, e por aí vai. Nesse contexto, as possibilidades de aborrecimentos são praticamente infinitas; o que deveria ser prazer, vira verdadeiro martírio.

Mas relaxe!!! Existe maneira civilizada para comemorar noite tão romântica: preparar em casa mesmo um jantar bem caprichado e prático para seu/sua namorado(a).

Dado estatístico: mais de um terço dos domicílios atuais urbanos são ocupados por uma só pessoa.

Assim, há uma considerável chance de cada casal de namorados dispor de cenário perfeito, quer na casa dele, quer na casa dela. Vantagem adicional importante: escapar também da fila no motel, depois.

A felicidade existe mas requer planejamento simples. Basta sacrificar menos de uma hora e meia de amanhã para as compras, pouquissimos minutos da quinta feira  e cerca de vinte minutos na própria noite do dia 12 . Pronto – o melhor dia dos Namorados está garantido.

Lembre-se: criatividade é também altamente afrodisíaca.

Meu Trombone , que adora meter a boca na botija, preparou cardápio perfeito, com sugestão de vinhos para fazer harmonização adequada durante todo o jantar, lista de compras, bem como as receitas simples e práticas.
Todas as compras podem ser feitas no supermercado Santa Luzia, o que facilita a vida de todo mundo.
Sta Luzia – Al. Lorena 1471- das 8 às 21 de 2. a sábado.
Fone 3897-5000
Marcelo, José, Célio, Gabriel cuidam dos vinhos no Santa Luzia.

************************************

A seguir, o cardápio, com sugestão de vinhos para cada prato (assim já vai dando água na boca); depois, as receitas e, finalmente, a lista de compras,

Não se esqueça do vasinho de flor baixo para colocar no centro da mesa.
********************************
Entrada:

Melão com presunto cru
Bebida – JEREZ Laina

Prato Principal –
Bacalhau Assado no Forno

Acompanhamentos
Arroz branco cozido (comprar pronto)
Brocoli Ninja cozido
Batata ao Murro
OBSERVAÇÃO – Em nenhuma refeição em Portugal comi bacalhau tão bom quanto esse

Bebida –
Vinho Tinto – Quinta das Baceladas Assemblage (Cabernet, Merlot e Baga)

Servir refrescado (meia hora de geladeira antes de servir)

Sobremesa
“Poupourri” de mini-doces portugueses

Vinho do Porto Fonseca Pin 27 – servir temperatura ambiente

********************
Observação – Naturalmente, haverá sobra de bebidas. De qualquer forma, bebida nunca se perde. Devolver o Jerez para a geladeira. O vinho tinto ainda poderá ser usado no dia seguinte, mesmo guardado fora da geladeira e o Porto também poderá ser usado ainda ao longo de vários dias. O ideal é que nunca sobre vinho.

**********************
RECEITAS

MELÃO COM PRESUNTO CRU
Vinho : Bebida – JEREZ Laina

INGREDIENTES

2 fatias médias de melão Maduro –
80 grs aproximadamente de presunto cru cortado em fatias finas..

Pré-preparo (uma hora antes do jantar)

Tire o presunto da geladeira.
Com uma faca bem afiada, corte as duas fatias do Melão no sentido longitudinal. Tire o melão da casca (fundamental questão de higiene)

Coloque cada fatia de melão em um prato de sobremesa. Faça pequenos cortes perpendiculares nas fatias previamente cortadas, separando-as em pedaços menores. Mantenha em pé esses pedaços cortados. Separe, sempre de pé e juntos, uma metade da outra desses pedaços. Em frente a cada metade, coloque duas fatias de presunto cru.

* Obs1: Pratos frios significam pratos servidos na temperatura ambiente e nunca tirados da geladeira e imediatamente consumidos

*Obs2: Acomode o pratinho de sobremesa sobre o prato grande. Para que o pratinho não fique dançando, coloque entre os dois um guardanapo de papel pequeno branco.

**************
BACALHAU ASSADO NO FORNO **
Para 2 Pessoas.

****************************************************************
Receita de Maria Teresa Batalha, proprietária do restaurante Marqués de Marialva que já fechou suas portas
******************************
Vinho Tinto Quinta das Baceladas Assemblage (Cabernet, Merlot e Baga)

INGREDIENTES

– 2 postas individuais de bacalhau bem alto tipo Porto Imperial, de cerca de 200 grs cada uma
– Se possível, já compre postas absolutamente sem espinhas ou peles.
– 12 dentes de alho bem picadinhos
– 350 ml aproximadamente de óleo de oliva de boa qualidade
– 1 colher de chá de paprika doce
– 2 pitadas de pimenta-do-reino moída na hora(opcional)

Pré – PREPARO 1 (48 horas antes)

Lave muito bem o bacalhau, tire a pele e espinhas e deixe-o de molho tampado por 48 horas em água gelada na geladeira. Hoje existem bacalhaus ótimos sem espinha e também sem pele. São Postas muito altas, maravilhosas.

– Troque a água várias vezes, colocar sempre nova água gelada.

PRÉ-PREPARO 2 (UMA HORA ANTES)

– Escorra o bacalhau e seque rapidamente com pano de prato limpo. Coloque as postas, de preferência num refratário de barro, (mas qualquer pirex de bom tamanho serve), e salpique-o todo com os alhos picadinhos, três pitadas de pimenta do reino moída na hora, se essa tiver sido a opção.

– Desfaça a paprika doce no óleo de oliva e regue o bacalhau de maneira que o óleo cubra dois terços das postas.

******************************

Acenda e aqueça o forno

PREPARO ( APROXIMADAMENTE 15 MINUTOS ANTES DE COMEÇAR A COMER O MELÃO COM PRESUNTO)

•- Leve o bacalhau ao forno (pré-aquecido) bem forte por aproximadamente 25 minutos regando-o periodicamente com o óleo de oliva. Cuidado para não se queimar

-Retire do fomo quando estiver cozido e dourado.

***************

BATATA AO MURRO

INGREDIENTES

– Duas batatas médias
– Papel alumínio que baste.
– Manteiga que baste
– sal grosso que baste

OBSERVAÇÃO:

A batata será assada e comida com casca.

Pré-preparo na tarde do jantar

Lavar só com água corrente muito bem as batatas e escovar com uma escovinha própria.
Lavar só com água.
Secar com pano de prato limpo.
Enrolar cada batata em uma folha dupla de papel de alumínio e colocar em uma assadeira.
Forno pré-aquecido.
Deixar aproximadamente uns 10 minutos no forno médio .

Preparo:

– Na hora em que colocar o bacalhau no forno, colocar novamente as batatas para terminar o cozimento.

– Após tirar as batatas do forno, tirar a parte de cima do papel com auxílio de uma tesoura.

BRÓCOLIS NINJA COZIDOS:

Ingredientes

– Meio Pé MÉDIO DE BROCOLIS NINJA
– Agua que baste
– Sal que baste.

PRÉ-PREPARO (NA TARDE DO JANTAR)

– Cozinhar com água e três pitadas de sal o brócoli separado em florzinhas. Deixar um pouco durinho em um taperwere seco, tampado e na temperatura ambiente.

Preparo.

Na hora em que estiver terminando de cozinhar o bacalhau, ferver água e, rapidamente, colocar as florzinhas de brócolis apenas para esquentar. Atenção para que eles não fiquem moles.

***********************************

Aquecer o arroz previamente cozido.
****************

MONTAGEM DO PRATO
Aquecer ligeiramente no forno quente e desligado os pratos a serem usados. Cuidado ao pegá-los novamente

Colocar o arroz em formas decorativas.

Desenformar o arroz “no canto” do Prato.
Colocar a batata sobre “ninho de papel de alumínio” ao lado do arroz e os brócolis aquecidos.
Com luva própria, tirar a travessa de bacalhau do forno. Cuidado para não se queimar.
Com uma escumadeira, tirar as postas da assadeira e colocar nos pratos.
Com uma concha pequena, regar cada posta com o azeite bem quente e o alho.

Na mesa, com um ligeiro soco/murro ou com a “faca” de peixe, cada comensal produz uma fenda em sua batata onde serão colocadas manteiga, pimenta do reino e um pouquinho de sal grosso. Nesse primeiro ato, a explicação do nome – batata ao murro.

Come-se tudo muito bem aquecido e tranqüilamente acompanhado de água, o vinho tinto selecionado na temperatura apropriada e, principalmente, boa conversa.

**********************

SOBREMESA:

“Poupourri” de mini doces portugueses de confeitaria.
Vinho do Porto Fonseca Pin 27

+++++++++++++++++
Lista de Compras no Supermercado Santa Luzia

Sta Luzia – Al. Lorena 1471- das 8 às 21 de 2. Feira a sábado.
Fone 3897-5000 Marcelo, José, Célio, Gabriel cuidam dos vinhos no Santa Luzia.

******************************
2 postas individuais de bacalhau bem alto tipo Porto Imperial, de cerca de 200 grs cada uma. Se possível, já compre postas absolutamente sem espinhas ou peles.
************************************

Vaso pequeno de Flor
Melão – Produzidos pela Itaueira são excelentes
2 Batatas
2 cabeças de Alho
Um brocoli Ninja
Páprica doce
Pimenta do Reino
******************************
Papel de Alumínio
Guardanapo bonito que combine com toalha de mesa ou jogo americano.
Sal Grosso
Sal Fino
**********************
Manteiga Fresca sem sal
*****************
Arroz cozido
Uma lata de Azeite (vai sobrar quase a metade)
*********************************

80 grs aproximadamente de presunto cru cortado em fatias finas..
O presunto mais barato da Sadia é excelente
***********************
6 mini doces portugueses dois de cada
Bebidas
Água mineral
JEREZ Laina
Vinho Tinto Quinta das Baceladas Assemblage (Cabernet, Merlot e Baga)
Vinho do Porto Fonseca Pin 27

Falta de Imaginação ou Excesso de Personalidade???

Há cerca de três, quatro,  meses, fui apresentado ao Carpácio de abobrinha, conforme já disse aqui e até postei receita(no final deixo o link para a receita).  De lá para cá, praticamente um dia sim, outro não, tenho comido essa entrada que combina com qualquer prato principal, dos mais simples aos mais sofisticados.

Algumas considerações  a meu respeito a partir disso.   Ou eu sou um sujeito de personalidade muito forte ou com muito pouca imaginação.

Vou comer novamente hoje.   Ontem ou anteontem também comi.

Quando postei aqui a receita, repeti a mesma piada:

– Sabe por que português não se masturba???

– Porque não tem imaginação.

E eu tenho uma frase, contrariando a voz do povo,  que diz: errar é humano, persistir no erro é burrice.  Para mim, errar é humano, persistir no erro é personalidade!!!

Espero que esse meu excesso de personalidade não me leve a tal estado de saturação, que eu passe a não suportar  mais essa maravilha por um bom tempo.

De jantar, propriamente dito, frango à milanesa feito em casa e purê de batata, do outro mundo.  Em tempo, está mais ou menos disseminada por aí uma batata chamada Asterix que é excelente para purê.  Coisa do outro mundo!!!  Quando for fazer purê, nem pense em outra.  Receita de Carpácio de Abobrinha, clique aqui

Carpácio de Abobrinha e o Português sem Imaginação.

Há cerca de três ou quatro meses, em jantar na casa de uma amiga da Faculdade, a irmã dela e um amigo, meio chef de cozinha, me apresentaram ao Carpácio de Abobrinha.

Desde então, acho que já fiz mais de 25 vezes a fabulosa entrada.  Estou parecendo o Português da piada.  Lá vai:

– Sabe por que português não se masturba???

– Porque não tem imaginação.

Se quiser correr o risco de ficar igual a a mim e ao português da piada, ou, colocando de outra forma, um pouco menos deselegante,  de também se viciar, lá vai a Receita de Carpácio de Abobrinha.   Acho que já postei aqui e inclusive comentei que praticamente não consigo pensar em  um único prato  que não combinaria com essa entrada.

CARPÁCIO DE ABOBRINHA

INGREDIENTES
•    2 a 3 abobrinhas cortadas em lâminas bem finas
•    Molho:
•    100ml de azeite
•    3 colheres (sopa) de mostarda
•    suco de 1 limão
•    parmesão em lascas ou ralado em ralo grosso
•    100g de alcaparras

COMO FAZER.
Coloque em um prato as abobrinhas dispostas lado a lado de forma que fique uma camada bem fina, em seguida misture os ingredientes do molho
Cubra as abobrinhas e salpique com o queijo parmesão e polvilhe um pouco de pimenta do reino moída na hora

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

Observação: usar o Ralador de legumes Plano.  Aquele triangular de alumínio não corta nada.  Esse abaixo.  Há cerca de quatro meses paguei R$ 10/12.