A que Ponto se Chegou!

Lutou  pela emancipação feminina. Decepcionada,  constata:  “Namoro contemporâneo –  namorado, namorada, dois smarthphones, vinte dedos; todos  sobre os aparelhos”.

+++++++++++++++++++++++++++++++

E pensar que os espertinhos da segunda metade do século passado enumeravam assim as três fases do namoro: mão na mão,   mão na coisa   e coisa na coisa.

Pelo jeito, a quarta fase, a mais duradoura,  já esta sendo: mãos no celular.

+++++++++++++++++++++++++

Questão Burocrática

Há tempos não postava aqui no Trombone. É porque estou fazendo parte de dois grupos que produzem microcontos diariamente.    Nos últimos tempos, religiosamente, bato ponto em ambos.  Lógico, todos esses meus microcontos estão salvos em um arquivo do Word.

Vou postá-los, um a um, aqui.

O de hoje foi só para os leitores do Trombone saberem que eu não morri.

A propósito da gracinha da linha acima, não tenho escrito coisas que se pretendem engraçadas, mas trágicas, dramáticas.

Aguardem!

6 comentários sobre “A que Ponto se Chegou!

    1. Melania –

      Suponho não ser difícil.
      Vou mandar por email o nome do técnico que criou esse para mim.
      E é muito fácil de se trabalhar com o site/blog.
      De fato, é ótimo ter um blog.

      Abraços

      Paulo Mayr

    2. Realmente os contos de PauloMayr sao de uma originalidade unica. Tenho temtado escrever como ele porem iss requer tempo e conselhos do mestre. Ele me disse que esta concentrado em escrever para o site Quintal onde da toques importantes de como escrever. Eu gostaria de aproveitar isso tudo mais ainda nao sou do grupo. Como posso entrar Maelania?

      1. Alberto:

        Agradeço imensamente suas palavras.
        Pelo que entendi o grupo Quintal atingiu o número limite que eles haviam estipulado.
        Não sei como poderia ajudá-lo, pq, pelo que percebi, lá eles cumprem regras, o combinado.

        A gente vai trocando ideias pelo Facebook e no Escambanautas, de acordo?

        Grande abraço

        Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *