8 comentários sobre “Luciano Huck Presidente!

  1. Olá Paulinho! Sem sombra de dúvidas precisamos de pessoas com ficha ilibada. A esculhambação está total. Diante desta situação em que vivemos, eu sou admitiria pessoas quase como semi deuses. Agora, cá entre nós, e é difícil imaginar o cidadão brasileiro que não tomou uma bucha Durante a vida, oriunda do Ministério do Trabalho. Empregador no Brasil, nem com vídeo que mostraria o empregado apontando uma arma, daria ganho de causa para empregador. O mais curioso é que temos uma legislação super protetora ao contrário do que se vê na América. Nunca vi corrida de americanos querendo vir trabalhar no Brasil. Ao contrário os brasileiros sonham em poder trabalhar nos Estados Unidos com a frágil legislação trabalhista.

    1. Caro Émerson:

      Acho que vc postou o seu comentário em post errado.
      Por favor, coloca lá no lugar certo, eu apago esse aqui, apago essa resposta e respondo para vc.
      Abraços

      Paulo Mayr

    2. Caro Émerson:

      Seu comentário é longo e complexo.

      Agora, eu tenho episódio pessoal que contraria suas afirmações.
      Filha espertinha de empregada minha fez que a mãe entrasse com ação contra mim. A mãe, tão constrangida, passou a audiência inteira chorando.

      Juíza:
      – O senhor não pagou para ela os últimos cinco dias em que ela trabalhou em sua casa.
      Eu:
      – Não paguei pq ela desapareceu.
      A juíza fez uns cálculos rápidos. Estabeleceu uma quantia, que incluía os direitos da empregada, essa quantia era infimamente superior (duzentos reais em dinheiro de hoje, se tanto) e disse:
      – Se o senhor fizer o cheque agora, eu encerro a ação nesse momento, sem qualquer possibilidades de recurso por parte de sua empregada.

      Eu fiz o cheque e a coisa se encerrou de modo definitivo.

      A espertinha da filha da minha empregada tomou um busão pra Lapa e foi dar no Tatuapé, espero que tenha aprendido a lição.

      Voltando, como se vê a Justiça Trabalhista não é tão particial assim em 100% dos casos.

      Abraços

      Paulo Mayr

  2. Cruz credo, pé de pato, mangalô, toc, toc, toc na madeira; três vezes. Lembrei de uma música que cantava na infância: “Lá em cima do piano/ tem um copo de veneno/ quem bebeu, morreu/// A vovó da Mariquinha/ fez xixi na canequinha/ e falou prá todo mundo? que era caldo de galinha.”… Pois é Mayr, tristes tempos. Hulk é o copo de veneno colocado em cima do piano da globo, para enganar os incautos. E a Globo e mais os políticos corruptos e nefastos, fazem ao lançar o triste “animador” o mesmo que mijar na canequinha, como a avó da Mariquinha. Nem comento mais nada. Desculpe Mayr, MAS FALO MUITO. Um abraço e fique com Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *